Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

......Deixa Acontecer Efigênia Coutinho

 

 

Deixa Acontecer...

Efigênia Coutinho

 

Na conjunção da vida, quero te falar.
Falar coisas que vêm do meu coração
E como o vento eu quero te acariciar,
Quero te tocar com suave emoção.

 

Quero o meu sentimento te oferecer.
E no teu dia - a – dia sob o Sol de verão,
Sentir o teu cheiro em cada amanhecer,
Deixar-me viver um lindo sonho de sedução.

 

Quero fazer um ninho em teu pensamento
E respirar a brisa que acaricia o teu sorriso.
Quero ouvir suave a voz de teu sentimento,
Para eu sentir todo o sabor de teu paraíso.


Quero sentir tua pele a minha pele tocar,
Descobrir que o tempo será nosso aliado
E numa troca de desejos nos fará delirar,
Deixando acontecer este sonho dourado.

 

Balneário Camboriú

Fevereiro 2011

 

 

tags:
publicado por EfigeniaCoutinhoMallemont às 10:18
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Edson Gonçalves Ferreira a 9 de Fevereiro de 2011 às 10:28

Efigênia,

O que posso dizer do esplendor desse poema Deixa acontecer. Nele, visualizo o esplendor de uma poetisa que, muito bem, sabe lapidar a palavra e fazer com ela ponte para o deslumbramento e, até Deus, ao ler ou ao ouvir, Se deleita com seu lirismo esplêndido. Cada verso
é um feixe-de-ouro... Tudo está perfeito: o lirismo, a musicalidade. Nota mil para mais essa obra-prima.

Beijos e veja Três Poemas Luso-brasileiros no Recanto.

Edson

De Elisa Alderani <ealderani@yahoo.com.br> a 9 de Fevereiro de 2011 às 10:34
Querida Efigênia,
que lindo poema, parece feito para mim! Será que os poetas se assemelham e roubam os pensamentos... eles pairam no ar e as mentes românticas as apanham por primeiros! Não é!
Logo enviarei um bem romantico também!
abr. e parabéns! Enviei para uma amiga seu lidissimo blog!
Elisa Alderani
De Carlos Lúcio. a 9 de Fevereiro de 2011 às 10:36

Belo poema o seu DEIXA ACONTECER, caríssima poeta EFIGÊNIA COUTINHO. Parabéns!
É deixando as coisas acontencerem que tudo acontece, pois na vida e no amor o tempo é sempre o senhor da razão...
Ainda que nosso coração chore, clame e implore pelo amor desejado – que só nos virá na hora certa, à medida que as coisas aconteçam!
Abraços,
Carlos Lúcio.
De Regina Mercia a 9 de Fevereiro de 2011 às 14:44
Seu poema \"Deixa Acontecer\"
É o caminhar da vida e sonhar, vivendo solto para receber as coisas boas, e aproveitar esse paraiso em que vivemos, com muito sol, agua e essa paisagem maravilhos que nos seduz e nos eleva ao amor.
Obrigada por proporcionar-me este momento poetico.
Beijos querida
Regina mercia
De Maria da Fonseca a 9 de Fevereiro de 2011 às 14:45
Estimada amiga Poetisa Efigênia Coutinho,
Belo poema de amor que muito me encantou, o seu Deixa Acontecer...
Agradeço-lhe do coração o dar-me a possibilidade de admirar a sua linda escrita que tanto me sensibiliza. Obrigada!
Um abraço carinhoso da sempre admiradora de Lisboa, Maria
De Francisco Garcia a 9 de Fevereiro de 2011 às 14:47
Bom dia, nobre poetisa Efigênia.
Parabéns pela bela inspiração. Sempre surpreendendo com prfundas ideias.
Meu fraterno abraço, extensivo a todos os seus.
Prof. Garcia.

De Nadir D\'Onofrio a 9 de Fevereiro de 2011 às 14:48
(Deixa Acontecer...) Efi querida, mais um lindo poema que tu alma dita, para o deleite de quem aprecia poesias...
Beijos a você e a todos os integrantes da Academia.
Nadir
De Nadilce Beatriz a 9 de Fevereiro de 2011 às 14:50
Olá querida Efigênica, ouço está música da página, e sinto uma saudades que parece explodir.
Lembra de um natal, de uma época em minha infância, onde passávamos nas vitrines, e sonhavávamos com aqueles brinquedos, iamos dormir com uma felicidade que não cabia em nossas vidas....
Agora, lendo esta poesia que acabo de receber, de tua autoria, que diz \'Deixa acontecer...\' De fato, demos graçar por deixar acontecer tudo o que vai passando, caso contrário, a saudade nos mataria.
Bjs em teu coração
Nadilce Beatriz.
De Paulo Avila a 9 de Fevereiro de 2011 às 15:17
Se a brisa que vem do mar soprasse
a canção do amor,
por certo esta viração,
em sentido inverso.
invernaria em teu coração.
Gostoso o seu poema.
Parabéns!
Um beijo
Paulo
De L i n o V i t t i a 9 de Fevereiro de 2011 às 15:22
Linos versos. Demostração inequívoca de sua real poesia.
L i n o V i t t i

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Ser Avó de Isabella Malle...

. ISABELLA MALLEMONT SUDO

. Marianne Mallemont

. Natal 2014 - Para meus Fi...

. Nascer...Viver...Partir

. PARABÉNS - Marianne Malle...

. Futura Avó - 2009 DE...

. Querida Netinha Isabella ...

. Amar é Caritativo

. MAMÃE - Marianne Mallemon...

.arquivos

. Julho 2016

. Agosto 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds