Domingo, 14 de Novembro de 2010

Agora!... Efigenia Coutinho

 

 

 

 

Agora!..

Efigênia Coutinho

 

No cálice da felicidade bebemos

A  alquimia  que nos contagiou.

Vivamos cientes todo este esplendor

É este é o agora que nós desejamos.

 

Minha alma que na tua se embala,

Entregue  ao amor com realidade.

E os nossos sonhos da cor de opala,

Realizaremos em infinita fidelidade.

 

Buscaremos sempre ungir a nossa vida,
Neste alvo amor de sublime ventura.
Pois tu és, ó tão amada criatura,

A razão de minha felicidade sentida!

  

Chegou de nossa decisão, a hora,

De viver do amor derradeira emoção.
Este é tempo-espaço todo nosso Agora
E deixar fluir todo o sentir do coração.

 

 

Balneário Camboriú

Novembro 2010

 

 

tags:
publicado por EfigeniaCoutinhoMallemont às 22:15
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De Maria da Fonseca a 14 de Novembro de 2010 às 23:26
"Chegou de nossa decisão, a hora,
De viver do amor derradeira emoção.
Este é tempo-espaço todo nosso Agora
E deixar fluir todo o sentir do coração."

Maravilhoso o seu Poema, estimada Poetisa. Os meus Parabéns por tão bem transmitir com o seu lirismo
a beleza de sua alma apaixonada. Muito obrigada pelo envio deste belíssimo Poema, querida Amiga.
De Lisboa receba um carinhoso abraço da sua respeitosa admiradora, Maria
De Priscila de Loureiro Coelho a 15 de Novembro de 2010 às 00:03
Você é quase mágica amiga...
Tem o dom do encantamento....
Muito lindo.
beijos Priscila"

De Pinhal Dias a 15 de Novembro de 2010 às 00:08
"Aqui e agora uma poesia sentida que vem d'alma!"

Pinhal Dias
De Nadir D'Onofrio a 15 de Novembro de 2010 às 01:42
Lindos versos Efi, jorrando como cascata,
chega forte, desagua, depois,
toma a forma... de lago sereno...
Obrigada por compartilhar esse momento!
bjs meus ...Nadir
De Francisco Coimbra a 15 de Novembro de 2010 às 02:29
A frase onde este "Agora!" chega, ou de onde nasce seu título? Para mim, é esta: «Chegou de nossa decisão, a hora,/ De viver do amor derradeira emoção», já na última quadra do poema. Limpando-a... até obter a mais enxuta p_rosa: «Chegou de nossa decisão, viver do amor derradeira emoção».
A nossa vida, sem estes momentos, sem estas certezas, não tem poesia. Delas se pode e deve fazer a Poesia, como acontece com a minha amiga e poetisa. Beijo tuas mãos!
De Susana Custódio a 15 de Novembro de 2010 às 07:27
Querida Amiga,
Adorei ler o seu poema " Agora"!!!
Mais uma das suas lindas criações poéticas.
Os meus sinceros parabéns!!!
Votos de uma semana feliz
Beijinhos
De poetaporkedeusker a 15 de Novembro de 2010 às 17:21
Magia e Luz, duas características intemporais da sua poesia, minha querida Efigênia! Muito obrigada pela partilha!
Um enorme abraço!
De poetaporkedeusker a 15 de Novembro de 2010 às 17:26
Ainda umas palavrinhas... não entendi muito bem esta proposta, mas a dúvida pode ser desfeita... pretende-se descobrir a chave deste específico poema ou uma mensagem generalizada?
De Lizete Souza Passos a 15 de Novembro de 2010 às 18:28
Olá alma amada Efigênia e bebamos no cálice do ontem no hoje da cosmocidade todo o amor que vem fluindo de nosso âmago interior de alma... Sim minha amiga esta tua poesia é a razão de ser de um amor inebriante amor. no Agora de tua contemporaneidade. Amei. Beijos Liz Luz. Porto Alegre Brasil.
De mariavitoria a 15 de Novembro de 2010 às 18:29

Obrigada por partilhar connosco esse lindo poema de grande lirismo e do nível literário e linguístico a que já nos habituou.
Um grande beijimho da amiga e admiradora

Maria Vitória Afonso

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.Julho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ser Avó de Isabella Malle...

. ISABELLA MALLEMONT SUDO

. Marianne Mallemont

. Natal 2014 - Para meus Fi...

. Nascer...Viver...Partir

. PARABÉNS - Marianne Malle...

. Futura Avó - 2009 DE...

. Querida Netinha Isabella ...

. Amar é Caritativo

. MAMÃE - Marianne Mallemon...

.arquivos

. Julho 2016

. Agosto 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds