Sábado, 21 de Maio de 2011

A FACE DE HORIZONTES Efigênia Coutinho

A FACE DE HORIZONTES
Efigênia Coutinho
 
O que sinto em mim
vai pouco a pouco
adentrando,
aberto, direto,
é poema que devora.
que chega sem demora!

 

O que sinto em mim
é silencioso proposto
no poema que se arvora
em rimas sonoras.
o respirar das coisas calmas.

 

O que sinto em mim
é brumas terna,internas
relicário,de poemas
é paz de distancias
é silencio que encanta
no vozeirão dos pássaros.


O que sinto em mim
é amplo formoso,
no poema é face
e horizontes
O que contem,
brasa, que inflama
em chamas, e te clama!



Maio 2011

tags:
publicado por EfigeniaCoutinhoMallemont às 20:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Ser Avó de Isabella Malle...

. ISABELLA MALLEMONT SUDO

. Marianne Mallemont

. Natal 2014 - Para meus Fi...

. Nascer...Viver...Partir

. PARABÉNS - Marianne Malle...

. Futura Avó - 2009 DE...

. Querida Netinha Isabella ...

. Amar é Caritativo

. MAMÃE - Marianne Mallemon...

.arquivos

. Julho 2016

. Agosto 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds